18 de julho de 2019 - 21:42

Política

09/05/2019 19:43

Presidente da Ucmmat visita Câmara de Nobres e pede apoio na luta para aprovação da PEC que prorroga mandatos de prefeitos e vereadores

Fonte: Elisângela Neponuceno-Assessoria

O presidente da União das Câmaras Municipais do Estado de Mato Grosso (UCMMAT), Edclay Coelho, acompanhado do primeiro-tesoureiro, vereador de Jangada, Rogério Meira e do assessor jurídico Eleandro Machado, visitou a Câmara Municipal de Nobres e foi recebido pelo presidente do legislativo nobrense, vereador André Avelino Bezerra e pelo diretor geral da Câmara Denis Campos, na manhã desta quinta-feira (09).

Na pauta da reunião foram discutidas um possível contrato de  parceira com a União e a mobilização que está sendo organizada pela entidade, para sensibilizar a bancada federal para aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que  pode prorrogar os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores de todo o país, que estão previstos para serem concluídos no ano que vem, até 2022.

A Ucmmat, prepara um grande evento, com o autor da proposta, deputado federal Rogério Peninha (MDB-PR), que será realizado no dia 28 de junho, na capital para reunir o maior número de vereadores, o presidente está visitando os legislativos e solicitando apoio das respectivas Mesas Diretoras.

Para o presidente da Câmara Municipal de Nobres, Dr. André, a proposta é vista como positiva uma vez que unifica as eleições e diminui os gastos com os pleitos eleitorais a cada 2 anos, que custa em média R$ 650 milhões para o país.

“Acredito que o desejo de todos é ter eleição de 4 em 4 anos, isto reduziria significativamente os gastos, com organização, logística para realização das eleições, unificar é realmente uma das melhores alternativas, neste momento de crise, que atravessa a nação”, ponderou.

Outro projeto discutido na reunião é a implantação da Sala do Vereador na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, de autoria do deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), o  espaço servirá para dar suporte as ações dos parlamentares mato-grossenses, quando em missão na capital.

De acordo com Edclay, é necessário articular junto à presidência da Casa a normatização do funcionamento da sala que, em razão dos seus objetivos, deve contar com equipe multiprofissional.

Além do espaço físico, a sala deves integrar os legislativos municipais com a Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado Federal através de projetos voltados à qualificação e à valorização do ato de legislar; incentivar o intercâmbio entre os legislativos municipais visando à troca de experiências, à atualização e à formação de projetos de lei; informar aos vereadores sobre matérias que estão sendo discutidas no âmbito da Assembleia Legislativa que digam  respeito aos seus respectivos municípios, possibilitando o acompanhamento e a participação efetiva na discussão das proposituras.

A sala deve oferecer às lideranças e legisladores suporte técnico, para que os mesmos possam exercer na totalidade de sua abrangência as suas prerrogativas e competências constitucionais e fortalecer as instituições democráticas, respeitando as diferenças partidárias e regionais de nosso estado. Os profissionais deverão acompanhar os vereadores e lideranças em suas articulações em prol de benefícios para seus municípios e realizar e apresentar pesquisas sobre a realidade dos municípios que sirva de base a que esses vereadores e lideranças possam trabalhar políticas públicas que atendam aos municípios, respeitando as diferenças regionais.

 


Copyright  - Nobres Noticias  - Todos os direitos reservados

Plantão
65 99217-1615