18 de setembro de 2021 - 03:51

Policia

CRIMINOSO 27/07/2021 04:33

Homem que agrediu e matou policial tem histórico de crimes

Um dos suspeitos que espancaram até a morte o policial Roberto Rodrigues de Souza, na madrugada de domingo (25), tem algumas passagens pela polícia. Alan Patrick Schuller, de 27 anos, se envolveu no sequestro de um casal e tentou vender uma arma em um mercado.


Em 2013, Alan, então com 19 anos, assaltou uma residência no centro de Várzea Grande. Após anunciar o roubo, ele e o comparsa renderam cinco pessoas. No entanto, após serem cercados pela Polícia Militar, decidiram levar uma garota e um rapaz reféns.


Eles fugiram em alta velocidade e foram seguidos por viaturas. Em dado momento, uma viatura bateu na traseira do carro, fazendo com que o motorista perdesse o controle e atingisse o meio-fio. Os militares renderam os suspeitos e soltaram as vítimas, após negociação.


Já em 2019, com 25 anos, Alan novamente foi detido, desta vez com 14 aparelhos de celulares e diversos carregadores. Ele foi preso por tentar vender uma arma em um mercado de Várzea Grande.


A situação ocorreu no bairro Jardim Paula 1. De acordo com a PM, Alan foi flagrado armado no estabelecimento. Ele tentava vender um revólver calibre 38 no local.


Na casa dele a polícia encontrou 14 aparelhos celulares embalados em papel filme, além de 14 fones de ouvido e 14 carregadores da mesma forma embalados.


A PM suspeita que os materiais seriam entregues na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá.

 

O crime
Imagens das câmeras de segurança da distribuidora mostram o momento em que Roberto, mesmo caído, leva chutes na cabeça e no abdômen.

 

Segundo a PM, os agentes foram acionados para uma briga envolvendo homens e mulheres, mas quando chegaram ao local só encontraram a vítima caída no chão da distribuidora.

 

A companheira do soldado contou que eles estavam voltando para Cuiabá quando pararam no local para que o soldado fazer uso do banheiro. Ela ficou no carro, mas estranhou a sua demora.

 

Da Gazeta Digital 

 

Quando foi ver o que estava acontecendo, já o encontrou caído no solo. Um funcionário da loja contou que a vítima se envolveu em uma briga com um dos suspeitos ainda no banheiro.


Copyright  - Nobres Noticias  - Todos os direitos reservados

Plantão
65 99217-1615 

Canto da tha  1