17 de outubro de 2019 - 15:07

Policia

TARADO 24/09/2019 13:43

Polícia prende motorista de ônibus por aliciar alunos no trajeto escolar

Dois homens suspeitos da prática de estupro de vulnerável tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso (Dedm). As prisões ocorreram na sexta-feira (20) e no domingo (22).

Um dos presos é motorista de ônibus escolar, iniciais J.T.C., de 53 anos. O suspeito é acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos. A denúncia foi realizada na Polícia Civil em junho deste ano, após a diretora de uma escola, na zona rural, procurar a unidade policial, para denunciar o assédio.

A diretora contou que inicialmente tomou conhecimento, que o motorista teria  tocado no ombro de uma criança de 9 anos e elogiado sua beleza. Fato ocorrido atrás da escola, na companhia de outra aluna menor. Segundo a diretora, a mãe teria narrado à situação a diretora, mas resolveu não denunciar à Polícia.

A diretora informou que lavrou um ata em relação à conduta do motorista e passaram a vigiá-lo. Cinco dias depois, duas crianças contaram à diretora que o motorista teria abraçado e beijado a colega de 11 anos. A menina também confirmou o aliciamento e ainda relatou que o motorista ofereceu dinheiro a ela para não revelar nada.

A responsável pela escola contou que pediu o afastamento do motorista. Uma das famílias também revelou que foi procurada por familiares do motorista e recebeu ameaças para não levaram o caso à Polícia.

Diante dos fatos, foi instaurado inquérito policial na Delegacia da Mulher, ouvidas todas as crianças e testemunhas. A delegada Judá Maali Marcondes pediu a prisão do suspeito, que foi cumprida na última sexta-feira (20), pelos policiais da unidade com apoio da Regional de Cáceres.

Abuso das filhas

A segunda prisão ocorreu no domingo (22), decorrente de inquérito policial da Delegacia da Mulher de Cáceres. O suspeito, C.D.F.D., 40 anos, teve o mandado de prisão sob acusação de estupro das filhas. Uma das filhas está hoje com 17 anos, e teria sido abusada aos 15 anos. A segunda tem 15 anos e teria sofrido estupro em 30 de julho de 2019.


Copyright  - Nobres Noticias  - Todos os direitos reservados

Plantão
65 99217-1615